Decoração de Natal fora do comum

A decoração de Natal costuma ser tradicional, a árvore com bolas e fitas vermelhas. Pisca-piscas espalhados pela casa e tudo como sempre  foi.

Será que não é hora de mudar um pouco? Que tal explorar outras tendências, misturar estilos e deixar o Natal com uma cara diferente, seja qual for o seu estilo.

Os enfeites saem da árvore, dentro de taças ultracoloridas, dão um clima lúdico ao Natal.

A guirlanda feita com folhas de revista dá um ar campestre ao Natal

 

Existe melhor maneira de receber o Papai Noel?

Tem prataria em casa? Então coloque para fora do armário neste Natal e use como centro de mesa com bolas e correntes coloridas.

Sobre um bufê ou console, o quadro brinca com expressões clássicas do Natal. As bandeirolas dão um toque diferente.

Uma moldura vazia, pinhas e fitas viram o arranjo perfeito para a decoração clean de Natal.

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha!
 – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Cartões de natal presos em pregadores compõem a guirlanda feita com bastidor de bordado.

Leia Também

8 dicas sobre o que fazer antes de comprar um imóvel

A compra de um imóvel é uma decisão importante e que exige um tempo para que a ideia seja amadurecida e realizada da maneira certa. Para ajudar nessa tarefa damos 8 conselhos para que sua compra seja uma ação positiva e não traga dor de cabeça mais tarde:

  1. Na hora de escolher um imóvel, leve em consideração as necessidades atuais e futuras da família – tanto na questão de escolha do local quanto o tamanho do imóvel
  2. Faça a buscas comparadas em sites de classificados para ter uma ideia com relação ao preço do metro quadro de cada região, pois existe uma grande variação dependendo da região onde você quer morar
  3. Fique atento aos juros, que mudam conforme o valor do imóvel e do financiamento – por isso é essencial consultar vários bancos, sem se esquecer de incluir na comparação as taxas administrativas e encargos cobrados por cada instituição financeira. Para facilitar, os bancos oferecem simuladores online e você pode fazer a pesquisa munido de informações
  4. Por mais que as condições de compra encontradas sejam vantajosas, não deixe de fazer um bom planejamento, pois o financiamento vai comprometer a renda da família por muitos anos, o ideal é que a prestação não comprometa mais de 30% da renda familiar
  5. Se estiver interessado em um imóvel novo ou em construção, certifique-se da idoneidade da construtora com o pedido do CNPJ e a consulta ao Procon. Também faça o levantamento da incorporação do imóvel – verifique se o engenheiro e arquiteto estão devidamente registrados no CREA; consulte o INSS; ações cível, trabalhista e criminal; débitos junto à prefeitura; situação do corretor junto ao Creci e memorial descritivo registrado
  6. No caso do imóvel ser usado, é fundamental conhecer a residência e conversar com vizinhos para checar as condições do imóvel e da vizinhança (infraestrutura, segurança, iluminação etc.). Verifique a matrícula atualizada do imóvel no Cartório de Registro de Imóveis e solicite a cópia do projeto arquitetônico da edificação devidamente aprovada pela Prefeitura e, em tratando-se de imóvel em condomínio, a cópia da convenção. Cheque também se a imobiliária e/ou corretor que estiver intermediando a negociação está cadastrada no Creci
  7. Antes de fechar o negócio, peça ao banco uma projeção da primeira até a última prestação. Se o financiamento for realizado diretamente com a construtora, solicite a projeção de parcelas e uma simulação se a dívida for repassada para o banco
  8. Guarde folders, anúncios, foto da maquete do estande e qualquer outro material de divulgação que sirva de respaldo, caso haja uma eventual propaganda enganosa ou uma promessa não cumprida

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha!
 – O MELHOR MIX DA REGIÃO


Documentação necessária

Independentemente do tipo de imóvel a ser comprado, é ideal que a documentação seja analisada com cuidado. Se você tem um advogado de confiança, seria interessante que essa tarefa fosse executada por ele.

Abaixo, segue uma lista dos principais documentos necessários na compra de um imóvel:

· Certidão de ônus reais
· Certidão negativa de IPTU e da Situação Enfitêutica
· Certidão Vintentária
· Distribuição Cível
· Justiça Federal
· Justiça do Trabalho
· Receita Federal
· Certidão de Interdição e Tutela

Fonte:Abril.com

Leia Também

Combine estampas florais, geométricas e animais para criar ambientes criativos

Estampas com grafismos, bichos, cenas campestres e flores criam ambientes inesperados e cheios de personalidade. Aprenda a combinar cores e padrões:

GEOMETRIA
O arabesco, o abstrato e o geométrico “conversam” neste ambiente. O sofá liso é o contraponto das estampas do papel de parede e das almofadas. O tapete azul e branco arremata o conjunto.

ANIMAL
A zebra aqui é o tema e cria uma atmosfera exótica. Suas listras estão nas caixas, almofadas, na poltrona, no pé do abajur e até nos sapatos. O tapete com motivo de onça é uma surpresa bem-vinda para quebrar o padrão. A parede marrom-escura e o piso branco servem de base para as estampas. A cômoda e o pufe de cor neutra marcam presença sem atrapalhar.

CAMPESTRE
Ao fundo, a parede verde remete aos campos europeus, valorizando a tradicional estampa toile de jouy (de origem francesa, com motivos bucólicos) e combinando com as listras da almofada e do tapete. Acessórios de porcelana, como o vaso e o dragão chinês, complementam a decoração.

FLORAL
O papel de parede exibe uma exuberância de flores. Os móveis e o piso na cor branca dão apoio a toda essa explosão de cores. As almofadas se multiplicam entre as estampas xadrez, floral e de treliça. As gravuras botânicas dão o toque final.

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha!
 – O MELHOR MIX DA REGIÃO

ORIENTAL
Justaposições étnicas vibram com estampas em movimento. A parede e a mesa de apoio na cor vermelha oriental servem de coadjuvantes nesta mistura. A poltrona e a cortina de ikat (uma das técnicas mais antigas de tingimento de tecidos) contrastam com o desenho indiano Paisley e com o poá. Os vasos, de cores primárias, ganham destaque.

Fonte:Abril.com

Leia Também

Fim de ano pode ser boa época para comprar imóvel

Este final de ano pode ser um bom momento para quem já vinha procurando imóveis. Além da desaceleração da alta dos preços no mercado imobiliário, algumas construtoras oferecem descontos ou melhores condições de negociação neste período, de olho no maior poder de compra dos consumidores, que recebem o 13º salário, e na redução dos estoques para alcançar um bom fechamento anual.

Como a adoção de uma estratégia mais agressiva de vendas depende da condição de cada construtora, e não apenas do fator sazonal, a orientação é aproveitar boas oportunidades se a intenção já era comprar um imóvel, mas não encarar o momento como uma chance única de conseguir bons preços na compra do imóvel.

Segundo especialistas, o cenário é propício para que algumas oportunidades surjam principalmente entre as construtoras que possuem capital aberto, uma vez que, com as ações negociadas em Bolsa, elas precisam alcançar certas metas e mostrar bons resultados aos acionistas nos balanços trimestrais.

Para isso, algumas delas buscam oferecer promoções para reduzir seus estoques e aumentar o fluxo de caixa. “Algumas empresas fazem promoções ostensivamente, anunciam descontos, mas outras acabam apenas oferecendo melhores condições nos plantões de vendas”, explica o professor titular de real estate da Escola Politécnica da USP, João da Rocha Lima. Algumas boas ofertas, como ele acrescenta, podem não estar estampadas em anúncios, mas sim aparecer durante o momento da transação ou da negociação.

Luiz Fernando Gambi, diretor de comercialização e marketing do Secovi-SP, complementa que muitas empresas acabam trabalhando seus descontos de forma mais “banal”, sem grandes alardes. “Muitas empresas, quando querem incentivar as vendas, comunicam aos seus canais de venda que estão flexibilizando sua tabela de desconto. Elas avisam aos vendedores que se antes eles poderiam dar descontos de 2%, agora podem trabalhar com 3%”, diz.

Marcelo Dzik, diretor de incorporação da construtora Even, afirma que o final de ano é um momento em que a construtora busca aproveitar a maior disponibilidade de renda dos consumidores por causa do décimo terceiro e também a maior intenção de compra de algumas pessoas que pretendiam comprar seu imóvel em 2012, mas ainda não o fizeram. Mas, ele explica que as oportunidades são muito mais condicionadas à necessidade de desovar unidades em estoque em um determinado momento, ou ao tipo de produto oferecido do que ao encerramento do ano.

Para encontrar maiores descontos nesta época, uma dica dos especialistas é partir do comprador a oferta de melhores opções de pagamento. Oferecer uma entrada maior, por exemplo, é algo que pode gerar descontos durante o ano todo, mas no final do ano a oferta pode surtir ainda mais efeito se a construtora estiver em busca de melhores resultados antes do ano acabar.

Bom momento do mercado

Além destes fatores que podem facilitar a compra no final de ano, a desaceleração na alta dos preços dos imóveis nos últimos meses também vem favorecendo a comercialização. No mês de outubro, a alta dos preços de imóveis medida pelo índice FipeZap foi a menor desde o início da série histórica em setembro de 2010. Nas regiões pesquisadas, que incluem sete capitais e o Distrito Federal, os preços subiram apenas 0,80% em média de setembro para outubro.

O professor da Politécnica da USP explica que o mercado esteve trabalhando até o primeiro semestre de 2011 com preços crescentes e agora a tendência é de acomodação. “No primeiro semestre de 2011 avaliamos que havia uma gordura especulativa nos preços. De lá para cá, os preços vêm se acomodando para baixo e eu considero que estejam adequados neste momento”, diz.

O diretor de marketing do Secovi avalia que o mercado imobiliário está entrando em uma fase melhor para os compradores. “Ainda estamos com um crescimento acima da inflação, mas a explosão que estava acontecendo nos preços está diminuindo e entra em uma parte da curva mais favorável”. Segundo ele, a partir de agora quem está procurando imóveis pode começar a encontrar melhores negócios, e a situação pode melhorar ainda mais no ano que vem.

Cuidados 

Ainda que todos os fatores levantados indiquem que os compradores podem se beneficiar neste final de ano, é importante que a decisão da compra seja planejada. Grandes “saldões”, descontos, brindes e vendas diretas com as construtoras são jogadas de marketing que podem ser muito bem-vindas, mas não devem ser o fator norteador da compra.

Conforme Rocha Lima explica, a compra de um imóvel, em muitos casos, representa o gasto mais alto da família, por isso é preciso ter cautela. “Um imóvel não é uma mercadoria que você entra na loja e compra. É uma decisão lenta, que exige reflexão, exige um olhar de 20 anos para frente e, em um horizonte mais curto de tempo, exige um olhar sobre a estabilidade do emprego e a capacidade de pagamento”.

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha!
 – O MELHOR MIX DA REGIÃO

As eventuais promoções de final do ano e as valorizações mais modestas, portanto, não devem acelerar a compra. O processo costuma ser demorado e durar cerca de seis a sete meses, segundo o professor da Politécnica. Por isso, fechar o negócio em um mês apenas pela motivação da promoção pode não ser uma boa decisão.

Gambi também acrescenta que de fato algumas empresas, para demonstrar aos acionistas resultados, reforçam as vendas em períodos de mudança de trimestre, mas mesmo assim elas não são capazes de oferecer descontos tão altos. “Elas podem estar dispostas a abrir mão de um pequeno lucro, mas olhando os balanços das empresas de capital aberto, a maior parte das incorporadoras têm margem de lucro de 11%, 12%. Então, se elas oferecerem 12% de desconto, elas não ganham nada”, afirma.

Portanto, segundo o diretor do Secovi, muitas vezes descontos superiores a 12% podem ser impraticáveis e sinalizar que o imóvel tem algum tipo de problema que tem impedido sua venda.

Fonte: Abril.com

Leia Também:

Qual o melhor tecido para cortinas?

A escolha do material de que será confeccionada a sua cortina é tão importante quanto a escolha do modelo. Ele influencia a funcionalidade e também a decoração.

Tecidos naturais, como fibra ou bambu, dão acabamento a ambientes mais despojados. Já os mais clássicos e finos, como camurça, seda e veludo, dão requinte ao espaço. Estampas e cores muito fortes tendem a enjoar, mas, também podem dar um efeito incrível e mudar completamente a decoração. Tente amarrar as estampas e cores com os elementos existentes para ter uma composição mais harmônica e equilibrada.

Outro truque é pegar uma amostra do tecido e levar até o ambiente, para ver como ele interage como restante da decoração.  Ao mesmo tempo, o material também vai determinar a luminosidade natural e a privacidade que a cortina vai fornecer.

O blecaute, por exemplo, tem uma espécie de painel por dentro, que possibilita diminuir a entrada de luz no ambiente quase em 100%. É ideal para espaços com televisão. Já a tela solar possibilita que a luz natural entre e que você possa ver de dentro o que acontece do lado de fora, mas dá total privacidade ao interior do ambiente. Já os tecidos claros filtram a luz, o que é ideal para proteger pisos e móveis de madeira.

Além disso, é preciso considerar questões práticas: a seda estraga muito fácil com a luz do sol, por exemplo. Tecidos sintéticos costumam ter maior durabilidade e são mais fáceis de limpar. Tudo isso deve ser levado em consideração na hora da escolha.

 

Fonte:Abril.com

Leia Também:

Qual o fogão ideal para sua cozinha?

O tipo de fogão deve ser escolhido de acordo com o tamanho da cozinha e o perfil do dono

Conheça as principais características do cooktop, do modelo de piso ou do de embutir antes de decidir qual eletrodoméstico comprar

O fogão é o elemento principal de toda cozinha, seja para o “chef” de fim de semana ou para aqueles que preparam as refeições diariamente. Com modelos cada vez mais bonitos e tecnológicos, não faltam opções diferentes para deixar o ambiente ainda mais moderno e funcional. Mas para escolher o eletrodoméstico ideal, dois itens precisam ser avaliados cuidadosamente antes da compra: o tamanho da cozinha e a frequência de uso.

Pela beleza e versatilidade, o cooktop vem ganhando mais a atenção dos consumidores. Por ter o forno separado da mesa, proporciona muito mais possibilidades de instalação, sendo prático tanto em cozinhas menores e planejadas, como em ambientes maiores, inclusive no formato de ilha. Além disso, possui modelos com diferentes tipos de aquecimento: a gás, eletricidade ou indução. O cooktop proporciona melhor aproveitamento de espaço e com design que dá um toque moderno e sofisticado ao ambiente.


Já os tradicionais modelos de piso vêm ganhando cada vez mais inovações. Já existem modelos com dois fornos: um a gás e outro elétrico, tipo gaveta, no mesmo eletrodoméstico. Desta forma, é possível preparar duas receitas ao mesmo tempo, em temperaturas distintas. Outros possuem até sistema de cozimento a vapor no forno, conservando os nutrientes dos alimentos.

Embora muitas pessoas estejam optando pelo moderno cooktop, os modelos de embutir ainda estão disponíveis no mercado. Aliás, esta é uma opção bastante recomendada para cozinhas pequenas e moduladas. Este modelo ainda é bem utilizado. Geralmente, ele é adquirido por consumidores mais tradicionais ou para a substituição de produtos já existentes.

Além do tipo de eletrodoméstico, definir o tamanho adequado do fogão e do forno também é importante. A decisão entre quatro, cinco ou seis bocas dependerá do espaço disponível para a instalação e da frequência de uso. Se a família for maior, a recomendação é o fogão de cinco ou seis bocas, pois gera mais praticidade e rapidez para cozinhar vários pratos ao mesmo tempo.

Conheça um pouco mais sobre os tipos de fogões e veja qual é o mais indicado para a sua cozinha.

 

Cooktop

Cooktop tem a vantagem da versatilidade, adaptando-se a cozinhas pequenas ou grandes

• Versátil e moderno, atende tanto cozinhas pequenas, com pouco espaço, ou grandes ambientes, até mesmo os do tipo “ilha”.

• O forno separado da mesa possibilita mais opções de configuração à cozinha, já que o aparelho não precisa ficar obrigatoriamente na parte debaixo do fogão.

• Com forno à parte, há também maior mobilidade no manuseio, já que o eletrodoméstico geralmente é instalado numa altura mais adequada, evitando que a pessoa tenha de se abaixar a todo momento para ver, por exemplo, se o bolo está no ponto.

• Possui modelos que funcionam a gás, com eletricidade ou por indução, um sistema de compartilhamento que suporta o cozimento dos alimentos em panelas de variados tamanhos e proporciona uso mais racional de energia.

• O modelo ‘dominó’ permite variações com a montagem em módulos, podendo ter de um a seis queimadores.

• Possui diferentes tipos de acabamentos, como aço escovado, inox ou vidro (até mesmo coloridos).

• O custo total pode ficar mais caro, já que será necessário investir também em um forno à parte.
 

Fogão de piso

Fogão de piso tem cada vez mais funções tecnológicas e desenho arrojado

• É o modelo mais prático e com maior facilidade de instalação.

• Permite ser mudado de lugar a qualquer momento, proporcionando novas configurações à cozinha.

• Ideal para cozinhas maiores.

• Com até seis queimadores, é boa opção para quem cozinha muito ou tem família grande.

• Possui fornos geralmente maiores, possibilitando assar qualquer tipo de alimento.

• Funcionamento a gás.

• Conta com modelos com dois fornos, sendo um elétrico e outro a gás, para o preparo de receitas simultâneas, com temperaturas diferentes.

Fogão de embutir

Fogão de embutir é boa opção para cozinhas pequenas e modulares

• Ideal para cozinhas pequenas.

• Necessita de cozinhas modulares para instalação, já que não tem “pé”.

• Economiza espaço no ambiente, embora não permita a troca de configuração da cozinha sem a necessidade de reforma.

• Funcionamento a gás.

• Vem com funções práticas, como forno autolimpante e timer, boas escolhas para quem não tem muita habilidade na cozinha.

• Variedade de tamanhos, com opções de quatro a seis queimadores.

• Também dispõe de modelos com um ou dois fornos.

 

Fonte: IG

ESTÁ PROCURANDO IMÓVEIS NA BAIXADA SANTISTA? CONHEÇA A MYX IMÓVEIS.

Leia Também:

Revistas, revistas, onde guardar?

Para aqueles que como eu gostam muito de revistas ou gostam de ter alguns exemplares em casa, selecionamos algumas sugestões de revisteiros. Tem para todos os gostos, desde reciclados até mais sóbrios. Aproveitem.

Fontes: Revista Casa Claudia, Site Tok&Stok, Blog Gostei, Postei, Blog Lucilar, Blog Organização, Site Que Barato e Blog Nag Nag, A Arte de Organizar

Leia Também