Cinema: Faroeste Caboclo

faroeste-caboclo-poster

Desta vez João não quer falar com o presidente, para ajudar “toda essa gente” que sofre. Faroeste Caboclo, a adaptação ao cinema da canção da Legião Urbana, não tem essa ambição, essa vocação midiática. Ao contrário de Somos Tão Jovens, em que Renato Russo sempre tem espectadores quando canta, o João de Santo Cristo dofilme não é visto pelas “câmeras de TV”, nem pelo “povo a aplaudir”.

Essa opção por um registro menos espetacular (ou espetaculoso) do que a letra da música sugeria é um dos acertos do diretor estreante René Sampaio. João, o sertanejo da cidade de Santo Cristo que no fim dos anos 1970 encontra em Brasília o amor e a morte, não tem como dividir com os outros sua sombria predestinação. É um herói solitário como os bons tipos condenados doswesterns, e ao tornar mais introspectiva essa jornada, ao negar a audiência da “Via Crúcis que virou circo”, o filme deixa mais trágico o texto de “Faroeste Caboclo”.

 

 

Essa opção por seguir um tom abaixo da canção (há discursos no filme, mas nada de santidades) permite que o espectador perceba os fatores que tornam Brasília um lugar alienante – a cidade do modernismo brutalista de Oscar Niemeyer cujos espaços de exclusão consumam o isolamento de João. A quadra onde mora Maria Lúcia (Ísis Valverde) é um desses lugares, e João consegue com algum malabarismo (a escalada é uma boa sacada do filme) burlar a distância que o separa da menina. Mas basta voltarmos à Ceilândia – cenário setentista que a produção, ao filmar em Jardim ABC, bairro mais afastado do Plano Piloto, consegue emular bem – para entender que João não pertence a Brasília, porque ninguém pertence a Brasília de fato.

Sampaio faz com competência essas escolhas que potencializam a história de João, e filma o esperado duelo contra Jeremias (Felipe Abib) com a gramática visual que se tornou regra nos faroestes depois de Sérgio Leone, cortando do plano aberto direto para os close-ups. O grande trunfo de Faroeste Caboclo, porém, é a escolha deFabrício Boliveira para interpretar o protagonista. Como a canção não é precisa sobre a etnia (diz apenas que João sofria preconceito por sua cor), seria muito fácil, e até lógico do ponto de vista do mercado, colocar um ator mulato como herói, uma forma de atingir um público maior da nação “parda” brasileira.

Boliveira, porém, é inconfundivelmente negro. E Sampaio não se furta a enquadrar o ator na contraluz, contra aquele sol seco do Cerrado, que vez ou outra torna o rosto de Boliveira uma mancha na tela. Se o filme conta a história de como João de Santo Cristo foi anulado pelo Sistema (as capas de jornal na frente do rosto, a História acima do indivíduo, outra boa sacada), a fotografia completa a equação: sombra de dia, vulto de noite.

Faroeste Caboclo não é um filme perfeito, mas serve bem para nos lembrar de questões raciais que o Brasil – no eterno atropelo de querer que o nosso prometido Futuro chegue logo; atropelo do qual Brasília sempre foi símbolo – finge que não existem mais. Pois não é por acaso que o filme de Sampaio deixa de fazer referências à ditadura (nada de generais ou “bombas em bancas de jornal”): mais do que um Estado de Sítio, o Brasil do filme é o Brasil do presente

 

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

 

Brasil , 2013 – 105 minutos
Drama / Faroeste

Direção:
René Sampaio

Roteiro:
Victor Atherino, Marcos Bernstein

Elenco:
Fabrício Boliveira, Isis Valverde, Felipe Abib, César Troncoso, Antonio Calloni, Alex Sander, Marcos Paulo, Cinara Leal, Rodrigo Pandolfo

 

 

Fonte: Omelete

Leia Também

Dicas de objetos para decorar a casa e receber os amigos

O frio está chegando e, por causa dele, muitas pessoas preferem fazer programa com os amigos dentro de casa. Recebê-los para pedir uma pizza, tomar um vinho ou apenas passar horas dando risadas e conversando pode sair muito mais barato do que uma noitada fora.

Além de economizar dinheiro ficando em casa com os amigos, o ambiente pode ter exatamente a decoração que você desejar. Reunimos aqui oito dicas de itens que vão deixar sua casa mais divertida para receber as visitas. Confira:

Poltrona Beijo – Em formato de uma boca, a poltrona abriga os amigos. Ela fica ótima em ambientes que contrastem sua cor. Este modelo pode ser encontrado no Walmart norte-americano por cerca de US$ 60 (aproximadamente R$ 125).

Copo de caveira – O pequeno copo para shot foi feito para quem gosta de artigos mais aterrorizantes. A Amazon vende o modelo de caveira por aproximadamente US$ 6 (cerca de R$ 12).

 

 

Cortador de pizza – Comer uma pizza em casa com os amigos fica muito mais divertido com o cortador em formato de pizza. Este, da Imaginarium, é de plástico e custa R$ 66,41.

Picolé – No quentinho de dentro de casa, por que não tomar sorvete? Por US$ 16 (cerca de R$ 33), a Monkey Business disponibiliza uma cartola com um coelho que esconde, na verdade, um picolé. É só colocar a receita dentro do chapéu, fechá-lo e levar ao freezer até o ponto certo.

Mesa disquete – Os mais novos provavelmente não sabem o que um disquete significa, mas aqueles que apreciam objetos antigos, vão adorar a ideia. A mesa em formato do armazenamento de dados tem um esconderijo para controle-remoto. Ela é vendida pela Neulant van Exel, por € 720 (aproximadamente R$ 1.900).

Forma de gelo – Em formato de violão, este molde é feito de silicone. O gelo toma forma dentro e fica preso ao braço do instrumento musical. É possível adquiri-lo no site Amazon, por US$ 7,62 (cerca de R$ 15).

Chaleira – Para receber os amigos com estilo apenas para tomar um chá ou café, a chaleira do Romero Britto garante o ambiente descolado. A peça está à venda através do site Details Art, por US$ 72 (aproximadamente R$ 150).

Marcador de taça – Para que os copos não se misturem na hora de beber um bom vinho, os marcadores de silicone tem formato de bigode – eles ainda estão em alta – e ajudam o dono da taça a não perdê-la. O kit com seis itens é vendido na Amazon por US$ 5,07 (cerca de R$ 10).

 

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

 

Fonte: ZAP
Leia Também

Filtro e purificador são diferentes?

filtro_purificar_agua1_27711284518296

 

A variedade de modelos de um mesmo produto no mercado sempre traz dúvida na hora de escolher qual comprar. E com os filtros de água não é diferente. Regulamentados pelo governo federal apenas em 2010, quando os produtores passaram a ser obrigados a seguir normas de qualidade na fabricação, a primeira dúvida que costuma aparecer é a respeito da nomenclatura. Purificadores de água e filtros são diferentes? O site BBEL conversou com Sérgio Valentim, diretor de meio ambiente do Centro de Vigilância Sanitária do Governo do Estado de São Paulo, Carlos Guimarães, gerente de produtos da Electrolux e com Edson Suguino, supervisor de treinamento da Lorenzetti, para esclarecer essa e outras dúvidas.

O que diz a regulamentação

A normatização brasileira não considera filtros e purificadores de água como produtos diferentes, ou seja, para o Inmetro, que testa os equipamentos e atesta a conformidade deles com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT, todos são considerados aparelhos para a melhoria da qualidade de água de uso doméstico.

A diferença estabelecida é entre os filtros e purificadores de gravidade e de pressão. “Os mais comuns são os filtros de pressão, que são utilizados sob uma pressão, normalmente vinda da rede pública ou das caixas d´água, e instalados diretamente no ponto de água. Nos filtros de gravidades, a filtragem é realizada naturalmente, sem utilização de qualquer tipo de força ou pressão. Os modelos mais conhecidos são os filtros de barro”, comenta Edson Suguino.

 

 

Cuide da sua rede de água.

Os fabricantes explicam que os filtros e purificadores de água para uso doméstico não estão preparados para receber água não tratada previamente, ou seja, de rios e poços sem regulamentação do poder público. “A adição de cloro feita pelas companhias de tratamento de água é fundamental para eliminar a presença de vírus e bactérias. Uma das funções dos filtros e purificadores é eliminar este cloro que, se consumido em excesso, pode provocar danos ao organismo. Os purificadores que podem receber água não tratada devem dispor de um sistema de bloqueio por microfibras ou emissão de raios UV por uma lâmpada especial. Ainda existem produtos que trabalham com ozônio ou sistema de osmose reversa”, orienta Edson Suguino.

Água tratada, teoricamente, não precisa ser filtrada

Sérgio Valentim, diretor de meio ambiente do Centro de Vigilância Sanitária do Governo do Estado de São Paulo, argumenta, no entanto, que os moradores  de residências que recebem água tratada pelo sistema de abastecimento público, em tese, podem consumir a água das torneiras sem que ela seja filtrada. “Quem produz água precisa fazer o controle de qualidade dos polos de produção com base nos parâmetros da portaria federal, como índice de cloro, de turbidez e controle de pH. São mais de oitenta testes”, explica. A mesma orientação serve para quem tem poços perfurados que são cadastrados nos órgãos de vigilância sanitária.

Ele adverte que o principal fator de queda da qualidade da água entre a rede de abastecimento público e os pontos de uso, ou seja, as torneiras das residências, é falta de manutenção do encanamento e da caixa de água das casas. Sérgio menciona que os parâmetros federais estabelecem a quantidade máxima de cloro que a água pode receber, mas quanto mais danificado estiver o encanamento da casa, mais cloro ele vai consumir, diminuindo a eficiência bactericida do tratamento.

Para o diretor de meio ambiente do Centro de Vigilância Sanitária, os filtros e purificadores de água podem ser eficientes para aqueles consumidores que querem alterar o gosto e odor da água que recebem do abastecimento público. Os fabricantes acrescentam que os aparelhos são capazes de eliminar possíveis contaminações que água tenha sofrido ao passar pelo encanamento da casa. Afirmação da qual Sérgio Valentim discorda.

 

Sejam chamados de filtros ou purificadores, os aparelhos que se propõem a melhorar a qualidade da água devem ter capacidade para fazer o controle microbiológico, redução do cloro e a retenção de partículas não desejáveis na água. A presença do selo do Inmetro garante que o produto foi testado e indica qual sua capacidade. Por exemplo, se o filtro retém apenas partículas consideradas grandes, com tamanho entre 50 e 80 micrômetros, ou se barra também resíduos pequenos, entre 0,5 e 1 micrômetros.

Essa capacidade é verificada nos testes de desempenho feitos pelo Inmetro, que abrangem ainda quanto percentualmente o filtro é capaz de reduzir o cloro na água. Uma das funções do selo de qualidade é indicar a capacidade dos aparelhos.  Alguns modelos disponíveis no mercado trazem a informação de que são capazes de repor sais minerais na água. Essa capacidade, no entanto, não é verificada pelos testes do Inmetro.

 

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

 

Quais os tipos de filtragem

Segundo Carlos Guimarães, os sistemas de filtragem mais comuns são os filtros internos de polipropileno, que retêm a poeira, as partículas e a ferrugem, e os filtros de carvão ativado, que eliminam o cloro, o odor, os materiais orgânicos, os pesticidas e os materiais químicos em geral. “O ideal é a combinação do filtro de polipropileno com o filtro de carvão ativado, pois os dois itens são elementos diferentes e filtram substâncias e microrganismos distintos“, destaca.

Edson Suguino afirma que os filtros de pressão costumam usar uma variação do polipropileno para retenção de sujeiras e carvão ativado impregnado com prata coloidal para eliminação do cloro, cheiro, gosto, redução de metais pesados, como o mercúrio e chumbo, além de controle do nível microbiológico. Já nos filtros de gravidade, o mais comum é a utilização de uma vela cerâmica para retenção de partículas e do carvão ativado também para eliminar cloro, odor, gosto e metais.

Na hora de escolher qual filtro ou purificador vai levar para casa, o consumidor precisa ainda estar atento à necessidade de manutenção periódica do aparelho. Quando a capacidade de filtragem indicada é de dois mil litros de água, por exemplo, isso significa que depois disso o refil do filtro precisa ser trocado, o que geralmente pode ser feito pelo próprio consumidor. De acordo com Edson Suguiro, aparelhos com capacidade de dois mil litros precisam de manutenção a cada seis meses. Aqueles capazes de filtrar de quatro a seis mil litros devem ter o refil substituído anualmente.

 

Fonte: BBel

Confira as novidades da 27ª Edição da Casa Cor

Casa cor 27

 

A 27ª edição da Casa Cor São Paulo está especialmente atraente. “Voltamos ao nosso DNA, com foco 100% no morar”, afirma Angelo Derenze, presidente do Grupo Casa Cor. De fato, os eventos paralelos de anos anteriores (Casa Hotel, Casa Kids etc.) deixaram de existir e o ponto de convergência dos arquitetos, decoradores e paisagistas agora é a casa em que vivemos, ou com que sonhamos viver. “A proposta é desvendar a relação viva e apaixonada com o nosso lar e mostrar que ter uma casa bonita e cheia de estilo está ao alcance de todos”, complementa. Os profissionais que exibem seu talento em 79 ambientes foram selecionados por um comitê curador, composto por experts do segmento: a designer Claudia Moreira Salles, o curador de arte Waldick Jatobá, o consultor de arquitetura e decoração Roberto Dimbério, o fotógrafo Tuca Reinés e a diretora de relacionamento da Casa Cor, Cristina Ferraz. Vale comemorar a volta de grandes nomes que andavam afastados do evento, como Sig Bergamin, Ana Maria Vieira Santos e Esther Giobbi. Casas e apartamentos oferecem soluções em estilos variados, tendo como norte a sustentabilidade. Os lofts, tipo de moradia que nasceu há três décadas nos galpões industriais, firmaram-se como um jeito jovem de viver. Entre tantas atrações, fique de olho também nos jardins, no restaurante, na Casa de Chá e na Boulangerie, feitos para serem desfrutados.

 

 

Casa Cor São Paulo 2013
Quando: de 28 de maio até 21 de julho de 2013
Onde: Jockey Club de São Paulo, Av. Lineu de Paula Machado, 1173, Cidade Jardim, São Paulo
Horário: de terça a sábado, das 12h às 21h30. Domingos e feriados, das 12h às 20h.
Quanto: R$ 40 (de terça a sexta) e R$ 49 (sábado, domingo e feriado). Passaporte válido para todos os dias: R$ 90

 

Fonte: Casa.com.br

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

Leia Também

 

Calendário da Organização: 38 dicas para arrumar a casa em 7 dias

Organizar espaços pequenos é um desafio. Mas você pode, em uma única semana, deixar em ordem salas, home offices, banheiros, quartos, armários e cozinhas. Ensinamos como!

Fresh-Ways-To-Help-Organize-Your-House-size-3

Alguma vez você comprou um objeto e, depois de um tempo, descobriu que já o tinha em casa? Acontece direto com os clientes da organizadora profissional Ana Ziccardi, de São Paulo. Ela já desenterrou da bagunça livros, sapatos, objetos de cozinha e até roupas com etiqueta – tudo em duplicidade. Se sua casa está assim, pare de perder dinheiro, tempo e o prazer de ter as coisas à mão. Livre-se dos objetos que você não necessita e deixe aqueles que você precisa em locais acessíveis. Com a ajuda de cinco consultoras de organização, montamos um calendário com dicas para fazer isso em apenas sete dias.

 

Dia 1 e 2: Organize a sala

 

1---sala---Luis-Gomes
 

Dicas deAna Ziccardi, organizadora pessoal parceira da empresa OZ! Organize sua vida.

1- Recolha todos os itens que não pertencem ao ambiente, como roupas, livros, papéis e DVDs. Coloque tudo em cestos plásticos, um para cada morador da casa e devolva-os para seus donos.

2- Jogue fora os jornais e revistas antigos que não cabem no revisteiro. Se quiser guardar páginas específicas, escaneie ou consulte as edições online. Caso colecione revistas, guarde-as em porta-revistas decorativos.

3- Crie um local perto da porta de entrada para deixar chaves, celulares, carteiras e correspondência. Pode ser uma bandeja ou tigela que combine com decoração. Ganchos são uma solução, mas não tão interessante: você precisará furar paredes.

4- “Fotos demais poluem o ambiente”, diz a organizadora pessoal Anna Ziccardi. Por isso, concentre os porta-retratos em uma mesa lateral ou use o porta-retrato digital. Outra opção: deixe sobre a mesa de centro um álbum ou fotolivro com as fotos favoritas.

5- Guarde CDs e DVDs em organizadores ou caixas decorativas. Se quiser mantê-los nas caixas originais, limpe a cada 15 dias, para evitar mofo e poeira.

6- Copos e pratos que não cabem na cozinha vão para um móvel próprio, como cristaleira ou buffet. Aproveite os copos que sobram para montar um pequeno bar. Para isso, coloque garrafas de vidro, copos em uma bandeja sobre o aparador.

7- Organize os quadros de parede. O centro do quadro deve estar a 1,6 m do piso. Quadros acima dos móveis devem estar distribuídos de forma simétrica a partir do centro do móvel. Coloque-os 25 cm acima do encosto do sofá e a 20 cm do aparador. Antes de furar as paredes teste se vocês gostará da nova disposição dos quadros. Para isso, corte folhas de papel craft com as dimensões do quadro, cole-as nos locais desejados, afaste-se e veja se tudo está do seu gosto.

8- Aprenda novos hábitos. Sempre que comer na sala, leve os pratos e copos para a cozinha; descarte jornais antigos; guarde bolsas e casacos assim que chegar da rua. E não deixe chaves e carteiras espalhadas.

Dia 3: Organize papéis e a mesa do computador

 

 

3----Home-Office---Evely-Muller

 

DicasdeAna Ziccardi, organizadora profissional parceira da empresa OZ! Organize sua vida e Rafaela Oliveira, organizadora profissinal autora do blog Organize sem Frescuras.

9- A mesa do computador deve ter o mínimo possível de objetos. Deixe lá um porta-lápis, uma pasta, fichário ou caixa de entrada e saída para os papéis e uma agenda.

10- Reduza a quantidade de papéis. Quando receber novos papéis, jogue fora o que for desnecessário, como seus envelopes ou cartas promocionais.

11- Guarde apenas os papéis que vai guardar no trabalho e os indispensáveis, como comprovante de pagamentos de contas (até chegar o comprovante de quitação anual), documentos pessoais, da casa e do carro.

12- Coloque-os papéis do trabalho em caixas de entrada e saída, gavetas ou fichários. Separe-os de acordo com a função de cada um. Escaneie os outros papéis cujas informações você quer guardar. Desenhos das crianças e cartas de amigos podem virar quadros nas paredes.

 

 

Dia 4: Livre o quarto (cheio de bagunça crônica)

 

4---quarto---Evelyn-Müller

 

 

Dicas de Rafaela Oliveira, organizadora profissional autora do blog Organize sem Frescuras.

13- Primeiro, jogue fora revistas e jornais velhos, papéis sem uso, e o lixo espalhado.

14- Diminua o número de objetos no criado-mudo. “Um livro, luminária e um enfeite estão de bom tamanho”, diz Rafaela.

15- Ordene os livros por tamanho ou pela cor das lombadas. Limpe-os com pano seco uma vez por semana – se você sofre de alergia, esse número aumenta.

16- Doe os brinquedos sem uso e jogue fora os quebrados. Guarde os brinquedos restantes em caixas diferentes, de acordo com seu tipo. Coloque etiquetas nas caixas para que as crianças saibam onde guardar os brinquedos. Se elas não souberem ler, desenhe o tipo de brinquedo na caixa.

17- Aproveite a semana da organização para começar novos hábitos! A cada manhã, tire do quarto objetos que não pertencem ao espaço, como canecas, pratos, livros da sala.

18- Também arrume a cama. “Já é mais de meio caminho andado”, diz Rafaela. Se você não acha difícil por a cama em ordem, facilite: use apenas dois edredons para cobri-la. Quando acordar, bastará esticar os edredons.

19- E antes de dormir, pendure ou guarde as roupas que vai usar novamente – vale à pena instalar ganchos e cabideiros no quarto se você não tiver. As peças sujas devem ir para um cesto ou saco de lavanderia.

Dia 5: Organize roupas e sapatos no armário ou closet

 

 

5---gal-armario07---divulgação

 

 

Dicas deLuiza Altman – Arquiteta e Consultora da loja online PortCasa

20- Primeiro, retire as roupas e sapatos do armário para tomar um ar. Separe para doação as roupas que não usa há mais de seis meses. Jogue fora as com defeito.

21- Separe as roupas de calor das de frio e as de trabalho das de passeio ou de ficar em casa. Dobre malhas, roupas de ginástica e camisetas. Elas podem ir empilhadas (em pilhas baixas) nas gavetas e prateleiras. Camisas, vestidos, casacos e ternos ficam em cabides – providencie modelos iguais feitos de plástico ou madeira, que são mais resistentes.

22- Posicione as roupas da estação onde for mais fácil pegá-las. No inverno, guarde os casacos pesados em cabides. No verão, guarde-os junto com malhas nos maleiros. Nessa épocam, guarde-os em sacos a vácuo. Essas embalagens têm uma entrada para a mangueira do aspirador de pó, o que permite retirar o ar das roupas, deixando-as menores.

23- Além de separar por estação, organize as roupas segundo uma lógica que você preferir: frequência de uso, tamanho ou cor.

24- Nas prateleiras, faça pilhas com poucas peças – assim elas amassam menos e ficam mais fáceis de retirar. Ana usa as seguintes quantidades máximas por pilha: doze blusas, quatro malhas, dez camisetas.

25- Dobre as roupas de cama e organize-as em conjuntos, colocando as fronhas por dentro do lençol. Enrole as toalhas em rolos apertados. Guarde-as em prateleiras ou gavetas.

26- Organize os calçados de forma que você possa ver todos de uma vez – vale usar uma prateleira deslizante, daquelas que funcionam como gavetas. Sapateiras de porta, de tecido ou arame, são uma alternativa mais barata. Adquira o hábito de deixar o suor secar nos sapatos antes de guardá-los.

27- Não deixe os calçados amassarem. Assim, evite empilhá-los. Se for inevitável, coloque as sandálias sobre os sapatos. Guarde botas com um enchimento dentro – caso tenham cano alto, coloque lá dentro garrafas PET com um pesinho. Outra opção é guardá-las presas a um cabide com presilhas ou pregadores.

Dia 6: Enfrente o caos da cozinha

 

6---cozinha-1---Fotos-Salvador-Cordaro
 

Dicas de Juliana Faria, arquiteta e organizadora pessoal da Yru Organizer

28- Prepare o terreno! Primeiro, lave a louça e depois limpe o fogão, bancada e armários. Deixe na bancada apenas objetos de uso diário – como cafeteira e espremedor de frutas, se fizer suco todo dia.

29- Organize os armários. Empilhe pratos em um armário de fácil acesso. Para eles não trincarem, a pilha deve ter no máximo 16. Faça pilhas diferentes para pratos rasos e fundos. Empilhe também as tigelas – no máximo três por vez. Copos ficam de cabeça para baixo dentro do armário. Prenda as canecas pela asa em ganchos fixados acima das prateleiras ou na parte debaixo do armário.

30- Coloque talheres em gavetas com divisórias internas e separe os garfos das facas e colheres. Outra solução é colocá-los de pé em potes de vidro, também separados. Se você tem criança em casa, use acessórios que tranquem as gavetas onde há vidros e talheres.

31- Arrume os recipientes grandes. Instale no armário divisórias verticais e guarde lá frigideiras, formas, travessas e bandejas – assim, fica mais fácil retirá-las. Empilhe as panelas e enfileire suas tampas em uma caixa plástica, da maior para a menor.

32- O material de limpeza deve ir para um cesto plástico sem tampa. Só traga o cesto para cima da bancada quando precisar usar.

 

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

 

Dia 7: Ponha cada coisa em seu lugar no banheiro

 

7---Salvador-Cordaro-7--banheiros-pequenos-e-bem-resolvidos
 

Dicas de Rafaela Oliveira, organizadora profissional autora do blog Organize sem Frescurase Cristiane Joffily, organizadora profissional e autora do blog Simplesmente organizar.

33- Primeiro, tire todos os produtos dos armários, prateleiras e bancadas. Descarte embalagens vazias, produtos abertos há mais de seis meses, fora da validade ou que não usa.

34- Separe os produtos de uso diário, como pasta de dentes, escova, desodorante de protetor solar. Guarde-os em uma bandeja sobre a bancada, para tornar a limpeza mais fácil. Deixe as escovas em um recipiente tampado, ou com protetores plásticos.

35- Só deixe no box os produtos usados durante o banho. Troque as esponjas do box a cada dois meses, evitando fungos e bactérias.

36- Divida os produtos que sobraram em categorias – por exemplo, produtos para unhas, cabelos, corpo ou dentes. Coloque-os em divisores de gavetas com rótulos ou caixinhas de plástico ou papelão. Mantenha um estoque de materiais de higiene no banheiro. Se tiver pouco espaço, deixe pelo menos um de reserva, para não ficar na mão na hora que mais precisa. Separe-os em caixas plásticas, fáceis de lavar.

37- Escovas, pentes e secadores de cabelo podem ir para gavetas. Se o banheiro não tiver espaço, guarde em caixas de plástico transparente abaixo da pia. Outra opção é guardá-los em gaveteiros com rodinhas. Também vale pendurar o secador em ganchos instalados no azulejo ou na porta do armário.

38- Toalhas podem ficar em toalheiros atrás da porta, se faltar espaço no banheiro. Mas se o banheiro tiver espaços sobrando, guarde ali rolos de papel higiênico e material de limpeza que não couberem na lavanderia.

 

Fonte: Casa/Abril

Prepare sua cozinha para receber visitas

Receber os amigos em casa é um prática em muitas famílias. A cozinha, que antes era uma parte mais restrita da casa, vem conquistando maior atenção dos decoradores.

Antigamente, visitas não entravam muito neste ambiente, portanto não havia grandes preocupações em relação à decoração. Agora, quem gosta de cozinhar pode recepcionar enquanto prepara um jantar e não precisa ficar excluído em um lugar fora de onde acontece o convívio social.

Para receber bem as pessoas, a cozinha precisa ser um lugar agradável para as visitas. Bancos e cadeiras devem estar disponíveis e, em alguns casos, o anfitrião pode oferecer mais.

“Um dos projetos que estou finalizando oferece um sofá dentro do ambiente para os convidados relaxarem”, conta a arquiteta Cristiane Pepe.

Um investimento maior deve ser planejado para o ambiente que toma o lugar da sala de estar. A prioridade, de acordo com Christiane, ainda é a ergonomia e funcionalidade. No entanto, a cozinha ganha detalhes diferentes para ficar mais agradável para receber as visitas.

“É preciso apostar no design e cores. Hoje em dia existem geladeiras multicolores para atender este mercado”, diz a profissional. Segundo ela, é possível personalizar um eletrodoméstico como este até com estampa de onça.

Uma torneira com visual diferenciado, acabamento caprichado dos móveis e equipamentos de cozinha bonitos são exemplos dados pela designer de interiores Juliana Guidugli de como deixar o ambiente interessante.

“O cooktop pode ficar em um determinado espaço, enquanto o forno fica embutido em outra coluna. Desta maneira, o ambiente ganha um ar mais chique”, sugere a profissional. Uma coifa potente, segundo a profissional, é um meio eficiente de evitar que os convidados saiam de sua casa com cheiro de comida em suas roupas e cabelos.

“Se a cozinha for integrada com a sala, a decoração dos dois espaços tem que conversar entre si, seguir a mesma linha”, diz Juliana.

A designer explica que é comum que se remova a cerâmica e azulejos da área que sofre respingos de óleo e água. No lugar entra um revestimento para proteger, como o frontão (arremate entre as bancadas, portas e janelas). “Materiais com boa impermeabilização facilitam a limpeza da região”, garante.

Além de um design arrojado, Cristiane acredita que é importante que o acabamento deste tipo de cozinha seja sofisticado. A profissional sugere o uso de revestimentos de fórmica que imitam madeira, vidro serigrafado, portas com perfil de alumínio e até armários com televisão na porta.

Já a designer Juliana aposta em pastilhas de vidro e ladrilho hidráulico.

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

 

Fonte: ZAP

Leia Também

Apartamento – 2 Dorms | Gonzaga – Santos Ref.0474

Apartamento em Santos - Boqueirão

  • Infraestrutura
    • Portão eletrônico
    • 3 Andar(es)
  • Serviços
    • Cozinha
  • Social
    • 1 Sala(s)
  • Íntima
    • 2 Dormitórios, Sendo 1 suíte
    • 2 Banheiro(s)
  • Armários
    • Armário no dormitório
    • Armário no banheiro
  • Área
    • 70,00 m² área total
    • 70,00 m² área útil

Confira esse imóvel em: http://www.myximoveis.com.br/imovel-detalhes.aspx?ref=AP0474

Está procurando imóvel em Santos e região?
Na Myx Imóveis você acha! – O MELHOR MIX DA REGIÃO

Apartamentos em Santos. Apartamentos para alugar ou vender. Myx Imóveis

Leia Também