Dicas para ter uma casa sustentável

Ser sustentável não é cuidar apenas do planeta. É também economizar para dar uma força ao orçamento doméstico. A sustentabilidade em casa está ligada, acima de tudo, a uma convivência mais harmônica, à praticidade e ao uso consciente dos recursos.

RecicleRecicle

Quando você dá ao seu lixo um destino correto, evita que os resíduos sobrecarreguem ainda mais os aterros sanitários. O plástico, por exemplo, pode ser usado para a fabricação de uma série de outros objetos, como brinquedos e itens de construção.

Comece fazendo uma separação em casa (papel, alumínio, vidro e plástico), deixando apenas os materiais orgânicos para a retirada pelos caminhões de lixo. Para se desfazer do conteúdo, procure pontos municipais de coleta ou cooperativas próximas.

Valorize a água

Certamente você já ouviu falar, mas não custa relembrar que água é vida! Feche o registro durante o banho enquanto se ensaboa (o que reduz o consumo em cerca de 45 litros) e desligue a torneira ao escovar os dentes (a economia, neste caso, é de aproximadamente 12 litros). Outra dica é lavar a louça também com a torneira fechada, usar a água coletada da chuva para limpar o quintal, a calçada e o carro.

De olho na alimentação

O desperdício de comida também é um hábito não sustentável, além de caro. Além disso, a decomposição de alimentos gera gás metano, que, por sua vez, contribui para o efeito estufa. Como acabar com isso? Simples: planeje as refeições. Pensar em um cardápio para a semana, por exemplo, ajuda a evitar compras em excesso nos supermercados.

Jardim vertical

Jardim vertical

João Manuel Feijó, engenheiro agrônomo da Ecotelhado, explica que os jardins verticais são ótimas opções para ter um espaço verde em pequenos locais. ”Isso aumenta a biodiversidade e proporciona a melhoria no consumo de energia nas casas e edifícios, já que reduzem a temperatura interna”, revela. O melhor de tudo é a facilidade de montagem e manutenção. Além disso, você pode plantar temperos para as suas receitas.

Descarga com caixa acoplada

O modelo mais sustentável é aquele que diferencia o consumo da descarga para resíduos líquidos e sólidos por meio de diferentes botões de acionamento (o pequeno libera menos volume e o maior, mais). Por isso, se está pensando em reformar o seu banheiro, invista nesse item.

Pagar as contas pela internet

Além de economizar o tempo e combustível (caso você se desloque de carro ou ônibus), você deixa de usar papel e tinta de impressora. Muitas empresas, atentas à sustentabilidade, estão oferecendo a possibilidade de envio por e-mail.

Eletrodomésticos certificados 

Vai comprar uma nova geladeira ou TV? Dê preferência aos eletrodomésticos que têm o selo da Procel, que são mais econômicos. No caso de um refrigerador, por exemplo, modelos certificados economizam até 31% de energia elétrica.

Quanto mais roupa, melhor

Quando você acumula as peças, otimiza o uso de água e de energia elétrica. Por isso, nada de lavar de pouquinho em pouquinho ou passar uma peça por vez, combinado?

Fonte: Portal Vital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s